Em Junho, um exemplar apareceu na foz do Douro, onde encontrou abrigo e alimento. Durante algumas semanas, também ela se converteu à movida do Porto.