Nesta fotografia tirada por Nicholas Dale na Tanzânia, um gnu-de-cauda-preta (Connochaetes taurinus) observa uma chita (Acinonyx jubatus) que se aproxima. É um momento de tensão: se o felino decidir atacar, o gnu está perdido.

A chita é o animal terrestre mais rápido. Atinge uma velocidade máxima de cerca de 130-140 km/h e a sua capacidade de aceleração permite-lhe ir dos 0 aos 96 km/h em apenas três segundos. 

O gnu, apesar de não ser tão lento como o seu tamanho o faz parecer, não iguala a velocidade da chita: este grande animal atinge velocidades máximas de cerca de 80 km/h, pelo que a perseguição de uma chita condená-lo-ia a uma morte quase certa.