Uma cria de lontra-marinha curiosa espreita por detrás de uma coluna de kelp enquanto procura caranguejos e caracóis ao largo da baía de Monterey, na Califórnia. Cada um destes mamíferos marinhos peludos pode comer cerca de sete quilos de marisco por dia.

No entanto, no início do século XX, esta cena seria extremamente rara, pois o comércio de peles quase causou a extinção destes predadores aquáticos. Felizmente, esforços como reintroduzir os animais na natureza ajudaram a espécie a recuperar, embora ainda não esteja 100 por cento a salvo. A subespécie Enhydra lutris nereis está ameaçada na Califórnia, restando apenas 3.000 animais.