O Palácio Mei-ling, no Parque Nacional da Montanha Zhongshan, em Nanjing, na China, apresenta uma peculiaridade quando visto de cima: a casa assemelha-se a uma esmeralda – com o seu telhado brilhante – e as árvores à sua volta, ao colar que a envolve.

O palácio foi outrora a casa do líder Chiang Kai-shek e da sua mulher Soong May-ling, mas ficou desabitado depois de terem fugido para Taiwan em 1949, no final da guerra civil chinesa. Alguns afirmam que esta ilusão de óptica criada pelas árvores foi intencional e que o colar simboliza o amor do casal, enquanto outros contestam esta afirmação.

Seja como for, o palácio foi aberto ao público em 2013, após um intenso trabalho de restauro que procurou manter a essência original deste local. Inclusive, as telhas do tecto foram substituídas não só por outras da mesma cor, mas também da mesma forma.