O continente asiático cobre 30% da massa terrestre do planeta e é habitado por 69% da população mundial. Os primeiros hominídeos desenvolveram-se em África, mas foi na Ásia que a humanidade começou a cultivar plantas e a domesticar animais. As aldeias de camponeses deram lugar a cidades com sacerdotes, astrónomos, artesãos... Também foi da Ásia que partiram os nómadas que chegaram à América do Norte através do estreito de Bering.

As cinco grandes religiões mundiais nasceram na Ásia e os seus templos contam-se entre os edifícios mais sublimes construídos pelo homem. A Europa está ligada à Ásia por terra (a Eurásia é um continente inteiro) e pela “tecelagem” da sua civilização, urdida a partir das línguas indo-europeias.

O símbolo do yin/yang (“escuro/brilhante”), segundo o qual cada ser ou fenómeno possui uma componente essencial para a sua existência que por sua vez vive em si mesmo, poderia ilustrar a dualidade entre o Oriente e o Ocidente, e também a atracção mútua, misto de admiração e familiaridade, que a Ásia e as suas culturas suscitam nos viajantes ocidentais há séculos.

Nesta edição, vai poder viajar até:

  • Myanmar
  • China imperial
  • Índia
  • Irão
  • Tibete
  • Camboja
  • Japão
  • Butão
  • Usbequistão
  • Indonésia

Boas leituras!